Fúria Metal Brasil entrevista "Douglas Jen" guitarrista da banda "SUPREMA"

   A entrevista de hoje, é com a banda SupreMa, de São Paulo, que está ganhando cada vez mais   espaço no metal nacional e desde o início de sua carreira é motivo de orgulho para a nossa cena.
  Inicialmente gostaríamos de dizer que é um prazer para o Furia Metal Brasil conversar com a banda SupreMa !

             Por: Mari Torres


Furia Metal Brasil: O lançamento do EP Spyeyes, logo no início da carreira da banda rendeu o título de revelação de 2005 e 2006, na opinião de vocês, qual a fórmula para causar esse efeito logo de início?

Douglas Jen: E ai galera do Furia Metal, muito bom poder falar com vocês. Eu creio que tudo o que é feito com sinceridade e com o coração, a galera aprecia e dá valor. Desde o início da carreira da banda sempre fomos bem sinceros com o que queríamos mostrar ao nosso público, não se importando com rótulos, nem com pretensões comerciais, éramos 5 caras que estavam ali se divertindo e fazendo a coisa com qualidade, a mídia e os fãs percebem isso de longe e creio que nos “adotaram” logo de cara.

Furia Metal Brasil: A próxima pergunta é um clichê, mas o som de vocês tem um peso incrível e estamos curiosos para saber quais são as principais influências?

Douglas Jen: As influências da banda são as mais variadas possíveis, porém essencialmente o progressivo e o thrash! Gostamos muito de trabalhar arranjos, porém não deixando que a técnica fique à frente da música.

Furia Metal Brasil: Observando o histórico de shows da SupreMa, chama atenção a quantidade de vezes que já tocaram pelo Nordeste brasileiro, na opinião de vocês a cena metal no nordeste está mais aquecida em relação aos outros Estados do Brasil?

Douglas Jen: Desde 2008 temos ido frequentemente ao Nordeste e os fãs de lá nos abraçaram de uma forma surpreendente! Pelo menos para o SupreMa, esta região tem sido a melhor recepção que tivemos em todo país. Claro que São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e outras capitais tem tradição de grandes shows internacionais, e as bandas acabam indo bastante para estas praças. Mas o nordeste e o norte cresceu bastante, virou rota internacional e o público tem sido o mais insano de todo o Brasil! Já temos shows agendados dia 31 de agosto em Caruaru (PE) no Palladium (Agreste in Rock) e 01 de setembro em Maceió (AL) no Orakulo. Não vemos a hora de tocar novamente para nossos fãs de la!

Furia Metal Brasil: Atualmente a SupreMa tem um empresário ?

Douglas Jen: Empresário não, mas uma agência que gerencia toda carreira da banda, desde produção executiva, artística, técnica, marketing, publicidade, imprensa etc. A Furia Music nos dá todo o suporte para fazer um excelente trabalho.

Furia Metal Brasil: A SupreMa parece ter um vínculo muito forte desde o início de sua carreira com a banda Shadowside, poderiam contar pro Furia Metal Brasil como aconteceu essa aproximação? Existe alguma parceria entre as duas bandas ou é apenas coincidência por fazer parte da mesma assessoria?

Douglas Jen: Nossa parceria com o Shadowside veio amadurecendo com o tempo e com certeza nossa agência foi um ponto em comum, por termos o mesmo booking. Mas não foi somente por isso, o que realmente fez isso acontecer foi a vontade de fazer algo real pelo metal no Brasil. Todos falam de uma união no metal nacional, mas na hora de sentar e fazer algo concreto é cada um por si. Com as duas bandas foi diferente, sentamos, conversamos, colocamos as ideias na mesa e fizemos acontecer. As duas bandas sempre saem satisfeitas, o publico sai satisfeito, o contratante sai satisfeito, e todos presenciam duas produções de ponta, de nível internacional. No final para coroar a festa promovemos uma Jam com todos no palco, isso tem sido algo realmente mágico. Já realizamos esta dobradinha em São Paulo, Manaus, Limeira e Jundiaí, e a tendência é estender esta rota.

Furia Metal Brasil: O Fábio Carito, baixista do Shadowside, agora também faz parte do time SupreMa, com isso podemos esperar muitas mudanças no som de vocês para as próximas composições ?

Douglas Jen: Claro que como em qualquer mudança na formação de uma banda, o som acaba se modificando um pouco, mas não podemos dizer muita coisa pois não compusemos nada juntos ainda, até agora fizemos ensaios bem exaustivos do repertório da banda, que não é fácil. Além de progressivo é bem veloz, exige muito mentalmente e tecnicamente, então estamos focando nos ensaios da tour. Sentaremos para compor algo apenas em 2014. Mas uma coisa é certa, o som do próximo disco vai ser mais pesado!!
 

Furia Metal Brasil: Em 2012, vocês fizeram a 5ª tour pelo nordeste Brasileiro levando toda a estrutura de show em uma  van, vocês enfrentaram muitas dificuldades para levar toda essa qualidade na tour ?

Douglas Jen: Foi algo muito insano viajar 8.000 Km de van levando equipe, backline, etc. Mas era preciso para poder deslocar toda nossa estrutura naquela ocasião. A maior dificuldade era tocar em capitais longe e ter que fazer o traslado por terra. Geralmente saíamos do show e já caiamos na estrada para dar tempo de chegar na próxima cidade a tempo, foi bem cansativo, o Pedro ficou doente em Maceió e mal tivemos days off para curtir o sol do Nordeste. Mas os shows foram incríveis, galera pôde conhecer um pouco do que estávamos preparando com o SupreMa neste novo disco. Agora em 2013 viemos com o planejamento completo, cenário maior, luzes e tudo o que há em um show de altíssimo nível. Quem viu o show de 2012 e for assistir ao de 2013 vai sentir a enorme diferença de produção. Nós mesmos estamos bem orgulhosos de tudo isso.

 
Furia Metal Brasil: Traumatic Scenes , o mais recente trabalho da SupreMa, teve seu lançamento em maio de 2013 no Via Marquês em SP, e contou com um cenário espetacular de som e luz. A banda participa do processo de criação do cenário?

Douglas Jen: Participamos sim. Na verdade todo conceito vem sendo desenvolvido desde a composição e concepção do álbum, e tudo se encaixa. As letras, as músicas, o estilo de cada faixa, figurino, cenário, luz... Tudo foi muito bem pensado para interagir. Quem assistir ao filme “O invisível” que nos serviu de base para o CD, e também ouvir as músicas, acompanhar os clipes, vai entender toda esta interação. Inclusive o relógio que gira no sentido anti-horário e esta em nosso palco e no nosso merch... Tem que comparecer e saborear cada detalhe que preparamos! Este cenário e toda estrutura deverá nos acompanhar em toda tour!


Furia Metal Brasil: Atualmente estão surgindo muitas bandas novas no cenário nacional, essas bandas estão buscando cada vez mais o profissionalismo, vocês tem alguma mensagem para deixar a essa galera que está começando?

Douglas Jen: Façam direito e sem pressa. Antes do primeiro show do SupreMa fiquei quase um ano compondo, ensaiando, gravando, para somente depois preparar para cair na estrada. Façam um material de qualidade, preocupem-se com isso. Não tenham medo de perder noites de sono, gastar todo seu dinheiro do mês, ficar sem comer direito, etc... Se você não estiver disposto a tudo isso, é bom pensar em outra profissão.... mas se estiver afim de encarar, entre de cabeça e vá em busca do sonho.


Furia Metal Brasil: Para terminar, o Fúria Metal Brasil deseja que continue todo o merecido sucesso para a banda SupreMa!



 Douglas Jen: Obrigado pessoal do Furia Metal! Vou deixar o site da banda para os fãs acompanharem as últimas notícias www.suprema-online.com . Os contatos para shows são contato@furiamusic.com.br . Valeu!! Vejo vocês na estrada _\,,/

Nenhum comentário:

Postar um comentário