MILITIA: Banda lança clipe com padrões hollywoodianos e quebra paradigmas


Mais uma vez, o Militia surpreende com seu talento e suas inovações. O primeiro e esperado vídeo clipe da banda, “Cuidado”, foi lançado nesse domingo (08) exatamente às 14 horas, sobre muito mistério e expectativa. No site oficial da banda, pôde-se acompanhar cada segundo para o lançamento do clipe através de um cronômetro e, assim que lançado, foi provado que após a espera cada detalhe fez valer a pena.
Repleto de efeitos especiais sci-fi, muita tecnologia e inteligência combinados ao talento nato dos integrantes, surge um trabalho inovador e único, que vai além de todos os padrões nacionais, o que já causa muita admiração, visto que se trata de uma banda nova. Contudo, talvez o maior e mais valioso detalhe esteja na produção do clipe, pois a direção e edição foram feitas pelos próprios integrantes da banda, sem custo adicional nenhum. Aliás, a banda tem andado com suas próprias pernas em todos os sentidos, desde a agenda de shows até a gravação de suas músicas. E tanto os vídeos postados na internet quanto o clipe lançado mostram que o Militia tem um cuidado visual imprescindível, que se concretiza em seus shows, onde a banda se apresenta com figurino característico e um show de luzes sincronizadas.
Voltando ao clipe, Militia aproveitou o tema da música "Cuidado", que devaneia sobre revolução das máquinas, para introduzir a história que usa como pano de fundo em tudo que se refere à banda, uma ficção científica distópica pós-apocalíptica. A citação inicial, que descreve as três leis da robótica criadas pelo mestre da literatura de ficção científica Isaac Asimov, já dá a entender o que se espera do vídeo. Curiosamente, o baterista do clipe não é Henrique Keita, atual baterista da banda, e sim Marlon de Oliveira, antigo músico que segurava o ritmo da mesma. Porém, a explicação vem em uma cena pós créditos, onde Keita é introduzido genialmente ao contexto do Militia, deixando todos apreensivos para o próximo vídeo. Simplesmente, de bater palmas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário